Home











...



« Memória Empresarial • ANO XXVIII - Ed. 543 (01/09/2002)

Energia com Direção

Pesquisas recentes revelam que oito em cada dez universitários paulistanos querem montar seu próprio negócio após terminarem os estudos. Apesar de se tratar de uma amostragem regionalizada, esse dado mostra que o empresário brasileiro do futuro já existe, tem perfil definido e está cada vez mais próximo de uma iniciativa empreendedora com características totalmente diferenciadas. No entanto, para enfrentar os desafios crescentes do mercado globalizado, esses jovens necessitam de um preparo especial que vai além das salas de aula e do ensino acadêmico preocupado em formar apenas executivos para grandes corporações. Esforços nesse sentido começam a despontar em nível nacional na intenção de orientar e sinalizar os caminhos para aqueles que, desde cedo, querem contribuir com a sociedade por meio da livre iniciativa. Com o objetivo de promover a disseminação de informações, assim como a troca de experiências, tendo em vista a formação de novos líderes empresariais, o Fórum de Jovens Empresários atua dentro da Associação Comercial de São Paulo. Em depoimento exclusivo, Marcus Abdo Hadade, coordenador do movimento - e-mail: [email protected] - Tel.: (11) 3244-3207, fala sobre as carências e sobre o potencial dos jovens brasileiros no comando das empresas.

'
EMPREENDENTE'
"Nosso trabalho é fomentar novas lideranças e trazer jovens idealistas que realmente acreditam que podem colaborar para a sociedade em que vivem. Usamos muito o termo ‘empreendente’, que quer dizer empreendedor competente, porque não basta apenas gerar empreendedores ou ter como característica um povo empreendedor. É preciso ser competente e, para isso, promovemos reuniões mensais, nas quais um palestrante, que é sempre um empresário de sucesso que faz a diferença no seu ramo de atuação, contribui com a sua experiência e o seu conhecimento, além da troca de idéias num jogo aberto de perguntas e respostas, sem censura e sem preconceitos. Fora isso, temos uma série de atividades que acontecem paralelamente. Ninguém ganha salário para isso, e não existe a obrigação formal de participar. Fazemos isso por idealismo e por acreditar que podemos construir alguma coisa em conjunto. O jovem de hoje está muito consciente não só das dificuldades econômicas em que o País se encontra mas também da situação política."

DESUNIÃO
"O grande número de entidades de classe e a disputa em razão das necessidades empresariais ou de grupos e setores da economia acabam fazendo com que seja muito mais fácil governar, pois aos governantes interessam a divisão e a fragmentação do poder. Exemplos de ações que vão ao encontro da sociedade brasileira como um todo servem cada vez mais de argumento para que possamos convencer as pessoas que devemos estar do mesmo lado, esquecendo as divergências e lutando por aquilo que temos em comum para pleitear por causas legítimas junto ao governo. O jovem tem essa característica de desprendimento, a visão ampla de que, sem essa união, vamos continuar patinando nos mesmos problemas. Temos que acabar com as vaidades pessoais e fortalecer os princípios e os valores, que são fundamentais."

OPORTUNIDADE
"Um dos princípios que guiam o nosso movimento é o patriotismo, além da ética e da transparência. Muita gente fala que o Brasil é o país do futuro, mas tem que ser do presente, pois oferece muitas oportunidades de negócio. Nosso grupo é extremamente politizado, embora seja totalmente apartidário. O jovem de hoje tem essa visão de que precisa estar preparado, buscando estudar e especializar-se sempre. Ele sente na pele as dificuldades decorrentes da competição, do desemprego, e quanto mais adquirir conhecimento e desenvolver habilidades, mais fácil será para conquistar um espaço no mercado. O jovem brasileiro possui energia, otimismo e determinação de sobra. O que falta é aprender a coordenar e a canalizar toda essa força em uma direção. Estamos abertos a receber os interessados em participar do fórum. O telefone para contato é (11) 3244-3405 e a faixa etária é de 20 a 35 anos, mas qualquer pessoa que tiver espírito empreendedor, princípios e valores vai sentir-se bem dentro do grupo."


« Entrevista Anterior      Próxima Entrevista »
...
Realização:
IMEMO

MANTENEDORES:

CRA-SP

Orcose Contabilidade e Assessoria

Sianet

Candinho Assessoria Contabil

CNS

Hífen Comunicação


Pró-Memória Empresarial© e o Programa de Capacitação, Estratégia e Motivação Empreendedora Sala do Empresário® é uma realização do Instituto da Memória Empresarial (IMEMO) e publicado pela Hífen Comunicação em mais de 08 jornais. Conheça a história do projeto.

Diretor: Dorival Jesus Augusto

Conselho Assessor: Alberto Borges Matias (USP), Alencar Burti, Aparecida Terezinha Falcão, Carlos Sérgio Serra, Dante Matarazzo, Elvio Aliprandi, Irani Cavagnoli, Irineu Thomé, José Serafim Abrantes, Marcos Cobra, Nelson Pinheiro da Cruz, Roberto Faldini e Yvonne Capuano.

Contato: Tel. +55 11 9 9998-2155 – [email protected]

REDAÇÃO
Jornalista Responsável: Maria Alice Carnevalli - MTb. 25.085 • Repórter: Fernando Bóris;
Revisão: Angelo Sarubbi Neto • Ilustrador: Eduardo Baptistão

PROIBIDA A REPRODUÇÃO TOTAL OU PARCIAL DESTAS ENTREVISTAS sem permissão escrita e, quando permitida, desde que citada a fonte. Vedada a memorização e/ou recuperação total ou parcial, bem como a inclusão de qualquer parte da obra em qualquer sistema de processamento de dados. A violação dos Direitos Autorais é punível como crime. Lei nº 6.895 de 17.12.1980 (Cód. Penal) Art. 184 e parágrafos 185 e 186; Lei nº 5.998 de 14.12.1973


Hífen Comunicação
© 1996/2016 - Hífen Comunicação Ltda. - Todos os Direitos Reservados
A marca Sala do Empresário - Programa de Capacitação, Negócios e Estratégia Empresarial
e o direito autoral Pró-Memória Empresarial, são de titularidade de
Hífen Comunicação Editorial e Eventos Ltda.