Home











...



« Memória Empresarial • ANO XXVIII - Ed. 578 (04/05/2003)

Parceiro do seu Negócio

Montar uma empresa nunca foi fácil, mas já houve épocas em que apenas a criatividade e a perseverança somavam esforços suficientes para levar com sucesso, uma empreitada. Hoje, no Brasil real dos negócios, as dificuldades do ponto de vista tecnológico, logístico e burocrático exigem preparo e informação para abrir e, principalmente, para manter viva qualquer iniciativa empresarial. Por isso, existem entidades como o Sebrae, mantido e administrado pela iniciativa privada, que está à disposição dos empresários de todo o País. Ao assumir a presidência do Conselho Deliberativo do Sebrae-SP - site: www.sebraesp.com.br, no início de 2003, Alencar Burti reafirmou a importância desse compromisso de apoiar as micro e pequenas empresas, julgando ser esse o caminho mais curto para o desenvolvimento social e econômico da Nação. Tendo em vista esse objetivo, convocou a sociedade para uma participação conjunta no sentido de atenuar a chaga do desemprego por intermédio do empreendedorismo. Eis aqui os princípios básicos que norteiam a atuação da entidade, e que muitas vezes passam despercebidos pelo empresariado.

INICIATIVA
Criado em 1990, o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) é uma instituição técnica de apoio ao desenvolvimento da atividade empresarial de pequeno porte, voltada para o fomento e a difusão de programas e projetos que visam à promoção e ao fortalecimento das micro e pequenas empresas. Seu propósito é trabalhar de forma estratégica , inovadora e pragmática para fazer com que o universo dos pequenos negócios no Brasil tenha as melhores condições possíveis para uma evolução sustentável, contribuindo para o desenvolvimento do País como um todo. A instituição foi criada por lei de iniciativa do Poder Executivo, concebida em harmonia com as confederações representativas das forças produtivas nacionais. Sem essa parceria entre os setores público, privado e as principais entidades de fomento e pesquisa do País, esse modelo não teria a eficiência e a eficácia que tem revelado no decorrer do tempo.

COMUNHÃO DE OBJETIVOS
O Sebrae é predominantemente administrado pela iniciativa privada. Constitui-se em serviço social autônomo, uma sociedade civil sem fins lucrativos que, embora operando em sintonia com o setor público, não se vincula à estrutura pública federal. A instituição é fruto, portanto, de uma decisão política da cúpula empresarial e do Estado, que se associaram para criá-la e cooperam na busca de objetivos comuns. É, por isso mesmo, uma entidade empresarial voltada para atender o segmento privado, embora desempenhe função pública e leve sempre em consideração as necessidades do desenvolvimento econômico e social do País. Cerca de 4.500 pessoas formam o quadro funcional do Sistema Sebrae, sendo que 260 delas integram seu núcleo central, localizado em Brasília, e as demais distribuem-se pelos Sebrae estaduais nas 27 unidades da Federação. Esse contingente atua de maneira a conferir à entidade alcance e capilaridade nacional, numa estrutura descentralizada que cobre todo o Brasil e vem interiorizando-se a cada ano, na busca de melhor atender às pequenas comunidades.

AUTONOMIA
As unidades Sebrae nos estados e no Distrito Federal têm ampla autonomia no desempenho de suas funções, cabendo ao núcleo central orientar e coordenar a atuação do sistema, estabelecer normas e estratégias e incumbir-se das atividades de natureza política, em âmbito nacional. O sistema Sebrae desenvolve diversos projetos nas seguintes áreas: capacitação, crédito, desenvolvimento sustentável, empreendedorismo, exportação, pesquisa, publicações, qualidade, tecnologia e turismo. Todos eles possuem a finalidade de fomentar a cultura empreendedora, além de promover o desenvolvimento das micro e pequenas empresas no Brasil. Visando atender toda a população nacional, a entidade coloca à disposição uma rede de 500 balcões espalhados pelo País para prestar informações aos micro e pequenos empresários já estabelecidos, bem como aos futuros empreendedores brasileiros carentes de apoio e informações básicas sobre negócios.


« Entrevista Anterior      Próxima Entrevista »
...
Realização:
IMEMO

MANTENEDORES:

CRA-SP

Orcose Contabilidade e Assessoria

Sianet

Candinho Assessoria Contabil

CNS

Hífen Comunicação


Pró-Memória Empresarial© e o Programa de Capacitação, Estratégia e Motivação Empreendedora Sala do Empresário® é uma realização do Instituto da Memória Empresarial (IMEMO) e publicado pela Hífen Comunicação em mais de 08 jornais. Conheça a história do projeto.

Diretor: Dorival Jesus Augusto

Conselho Assessor: Alberto Borges Matias (USP), Alencar Burti, Aparecida Terezinha Falcão, Carlos Sérgio Serra, Dante Matarazzo, Elvio Aliprandi, Irani Cavagnoli, Irineu Thomé, José Serafim Abrantes, Marcos Cobra, Nelson Pinheiro da Cruz, Roberto Faldini e Yvonne Capuano.

Contato: Tel. +55 11 9 9998-2155 – [email protected]

REDAÇÃO
Jornalista Responsável: Maria Alice Carnevalli - MTb. 25.085 • Repórter: Fernando Bóris;
Revisão: Angelo Sarubbi Neto • Ilustrador: Eduardo Baptistão

PROIBIDA A REPRODUÇÃO TOTAL OU PARCIAL DESTAS ENTREVISTAS sem permissão escrita e, quando permitida, desde que citada a fonte. Vedada a memorização e/ou recuperação total ou parcial, bem como a inclusão de qualquer parte da obra em qualquer sistema de processamento de dados. A violação dos Direitos Autorais é punível como crime. Lei nº 6.895 de 17.12.1980 (Cód. Penal) Art. 184 e parágrafos 185 e 186; Lei nº 5.998 de 14.12.1973


Hífen Comunicação
© 1996/2016 - Hífen Comunicação Ltda. - Todos os Direitos Reservados
A marca Sala do Empresário - Programa de Capacitação, Negócios e Estratégia Empresarial
e o direito autoral Pró-Memória Empresarial, são de titularidade de
Hífen Comunicação Editorial e Eventos Ltda.