Home











...



« Memória Empresarial • ANO XXVIII - Ed. 200 (04/02/1996)

Licitação Renovada Esquenta Mercado

Toda licitação pública é aberta para todas as empresas que estão em dia com os impostos. Além disso, seu pagamento está regulamentado pela Lei Federal nº 8.666/93, que obriga a liberação cronológica das verbas, conforme a ordem dos trabalhos desenvolvidos, impedindo, assim, que haja privilégios na fila do caixa. Isso, praticamente, elimina todo e qualquer preconceito que os empresários possam ter em relação a esse instrumento, que, no Estado de São Paulo, está ganhando um dinamismo especial, graças à criação do Disque-Licitação - 900-0866.
Esse serviço é uma parceria entre o SEBRAE/SP e a RHS Serviços de Divulgação Ltda. - tel.: (011) 278-0882 -, uma empresa fundada, em abril de 1994, pela jornalista Helena Mesquita, pelo ex-diretor administrativo da Febem Roberto Bacarat e pela ex-funcionária do Metrô Sandra Botana. Roberto e Sandra eram responsáveis pelas compras das organizações em que trabalhavam e, na hora em que se viram na contingência de abrir uma empresa, optaram por esse segmento.
Pelo seu ineditismo e pela facilidade do acesso ao serviço - todo automatizado, funcionando via fax 24 horas por dia e ao preço acessível de R$ 2 por minuto -, o Disque-Licitação é um sucesso. No depoimento a seguir, Helena Mesquita dá uma dimensão exata do que isso representa para o mercado.

BANCO DE DADOS COMPLETO

"Nós estávamos interessados em desenvolver uma empresa que lidasse com informações, pois os outros dois sócios tinham passado por órgãos públicos e sabiam da dificuldade de conseguir fornecedores, que, em pouco número, costumavam impor preços. Praticamente, não havia concorrência nesse segmento. Então, achamos que o mercado precisava de um serviço de informação sobre licitações e ele poderia ser explorado, pois poucas pessoas trabalhavam nele. A RHS começou a desenvolver um banco de dados com todas as licitações vigentes, e, quando passamos a ser concessionários de uma linha 900, colocamos o serviço em funcionamento, em agosto de 1994. Fomos, então, procurados pelo SEBRAE/SP, que ficou interessado em formar uma parceria e, a partir de 18 de novembro daquele ano, lançamos o Disque-Licitação em conjunto. Em um ano, divulgamos 1.512.312 licitações para 126.776 consultas, ajudando a movimentar um mercado estimado, só no Estado de São Paulo, em R$ 15 bilhões por ano.
Alimentamos nosso banco de dados duas vezes por dia e oferecemos, em média, nesse período, entre 300 e 350 licitações. Entram todas as modalidades, que são, basicamente, concorrência pública, tomada de preços e cartas-convite, de todos os órgãos públicos federais com sede em São Paulo, órgãos estaduais e municipais, autarquias e prefeituras do interior. Temos, atualmente, 131 convênios e, onde a gente não tem convênio, mantemos equipes que fazem visitas diárias coletando dados."

UTILIDADE PÚBLICA
"Cada órgão tem um critério próprio de divulgação. Tem gente que passa o edital pelo telefone, outros não. O Disque-Licitação é um serviço de utilidade pública para o empresário, que, em três minutos, no máximo, pode conseguir a informação necessária. Para facilitar o acesso, dividimos o banco de dados em sessenta ramos de atividade, para que o empresário possa acessar só aquilo que interessa.
Colocamos na ficha o número do edital, tipo de modalidade de licitação, a data e a hora para a retirada do edital, o objeto que está sendo licitado, o órgão e o seu endereço. Utilizamos uma tecnologia para agilizar a operação, porque a carta-convite, por exemplo, tem cinco dias de vigência. É uma modalidade muito interessante para o empresário, especialmente o pequeno, pois o valor dela está num nível entre R$ 1,6 mil e R$ 33 mil para compras e serviços.
Quem estiver interessado em participar de uma carta-convite precisa providenciar, em cinco dias, a documentação, pegar o edital, ver se a solicitação corresponde, se ele tem estoque para vender. Precisávamos desenvolver um serviço que pudesse corresponder a essa rapidez. E as conseqüências têm sido estimulantes. Soubemos que, com o aumento do número de fornecedores, a qualidade dos serviços aumentou e os preços foram reduzidos."

ABERTURA PARA A INICIATIVA PRIVADA
"Atendemos, em média, 15 mil consultas por mês, mas nosso sistema tem capacidade para 18 mil. No ranking dos assuntos solicitados, saúde é o campeão. Outros assuntos muito procurados são construção civil e gêneros alimentícios. Para esse ano, queremos ampliar nossos serviços, oferecendo outras formas de consultoria, ajudando o empresário a participar das licitações.
Muita gente nem acreditava que pudesse participar desse mercado, mas conheço empresas, até menor do que a RHS, que, atualmente, tem treze funcionários e consegue vencer licitações. Nosso trabalho tem sido reeducar o empresário em relação a esse instrumento. O empresário tem o direito e a possibilidade de participar.
Gostaríamos, também, de divulgar as licitações na iniciativa privada, mas isso não tem acontecido, pois é um segmento bastante fechado e que ainda não se acostumou com a idéia de que não cobramos nada das empresas e órgãos que queiram divulgar seus editais. Estamos abertos a qualquer tipo de licitação, de qualquer tipo de empresa ou instituição."


« Entrevista Anterior      Próxima Entrevista »
...
Realização:
IMEMO

MANTENEDORES:

CRA-SP

Orcose Contabilidade e Assessoria

Sianet

Candinho Assessoria Contabil

CNS

Hífen Comunicação


Pró-Memória Empresarial© e o Programa de Capacitação, Estratégia e Motivação Empreendedora Sala do Empresário® é uma realização do Instituto da Memória Empresarial (IMEMO) e publicado pela Hífen Comunicação em mais de 08 jornais. Conheça a história do projeto.

Diretor: Dorival Jesus Augusto

Conselho Assessor: Alberto Borges Matias (USP), Alencar Burti, Aparecida Terezinha Falcão, Carlos Sérgio Serra, Dante Matarazzo, Elvio Aliprandi, Irani Cavagnoli, Irineu Thomé, José Serafim Abrantes, Marcos Cobra, Nelson Pinheiro da Cruz, Roberto Faldini e Yvonne Capuano.

Contato: Tel. +55 11 9 9998-2155 – [email protected]

REDAÇÃO
Jornalista Responsável: Nei Carvalho Duclós - MTb. 2.177.865 • Repórter: ;
Revisão: Angelo Sarubbi Neto • Ilustrador: Eduardo Baptistão

PROIBIDA A REPRODUÇÃO TOTAL OU PARCIAL DESTAS ENTREVISTAS sem permissão escrita e, quando permitida, desde que citada a fonte. Vedada a memorização e/ou recuperação total ou parcial, bem como a inclusão de qualquer parte da obra em qualquer sistema de processamento de dados. A violação dos Direitos Autorais é punível como crime. Lei nº 6.895 de 17.12.1980 (Cód. Penal) Art. 184 e parágrafos 185 e 186; Lei nº 5.998 de 14.12.1973


Hífen Comunicação
© 1996/2016 - Hífen Comunicação Ltda. - Todos os Direitos Reservados
A marca Sala do Empresário - Programa de Capacitação, Negócios e Estratégia Empresarial
e o direito autoral Pró-Memória Empresarial, são de titularidade de
Hífen Comunicação Editorial e Eventos Ltda.