Home











...



« Memória Empresarial • ANO XXVIII - Ed. 567 (16/02/2003)

Oportunidades Online

Apesar do sucesso que faz no meio empresarial e fora dele, a Internet ainda está longe de ser uma ferramenta poderosa na prospecção de negócios para as empresas de pequeno e médio portes no Brasil. O desenvolvimento de softwares complicados e caros também contribuiu para que a informática e as suas soluções fossem consideradas instrumentos adequados somente à estrutura interna das grandes corporações. No entanto, iniciativas que buscam estender os benefícios e as vantagens da rede para todo o universo corporativo, tendo em vista o nivelamento das oportunidades de mercado, vêm crescendo a cada dia, com o apoio das entidades representativas. É o caso da [email protected], uma empresa de tecnologia de informação, formada por especialistas em pequenas organizações, que montou e está ampliando uma rede de consultas eletrônicas para facilitar e incrementar os contatos com clientes e fornecedores. Em depoimento exclusivo, Irani Cavagnoli, presidente da empresa - email: [email protected] - Tel.: (11) 3662-4929, explica como surgiu a idéia e de que forma ela está sendo colocada em prática.

EXCLUSÃO
"Tudo que já foi desenvolvido em tecnologia de informação está voltado para grandes empresas no formato de sistemas complexos, caros e integrados aos processos internos dessas organizações, dificultando o acesso para as pequenas empresas. Cerca de 98% das empresas nacionais encontram-se excluídas em relação a esse instrumento fantástico, que é a Internet, capaz de trazer numerosas possibilidades de fazer negócios e estar comunicando-se online de uma forma barata e simples. É importante que o pequeno empresário saiba que pode ter redução de tempo e custo superiores a 30%, índice registrado para as grandes corporações. Em uma pequena empresa brasileira o impacto da redução de custo que esse sistema poderia trazer é muito grande."

TRÊS CATEGORIAS
"A pequena empresa precisa de formação, informação e mercado. Dentro dessas três categorias, é possível encaixar todo tipo de necessidade. Em geral, o pequeno empresário tem dificuldades para obter informações sobre mercado, sobre produtos, sobre concorrência, sobre tecnologia, sobre fornecedores, e isso é algo seriíssimo para a tomada de decisão de qualquer empresa. Ter acesso a informações relevantes para tomar decisões mais críticas, que indiquem maior grau de probabilidade de acerto, é uma carência muito grande da pequena empresa. A formação também é importante, incluindo a capacitação gerencial e tecnológica. Outro desafio vital é o mercado de fornecedores e de clientes. O leque de clientes que o pequeno empresário conquista não satisfaz a necessidade da empresa e, na maioria das vezes, ele acaba caindo numa armadilha de concentrar as suas vendas em poucos clientes, o que gera um risco elevado para o negócio. Essas dificuldades são os gargalhos da pequena empresa que a Internet pode ajudar a equacionar por meio de softwares adequados e ampliando as oportunidades de aumentar o público consumidor."

PARCERIAS
"A proposta para o pequeno empresário deve ser simples e econômica. Na [email protected], a estimativa de custo varia de R$ 5 a R$ 250 por mês. Atuamos de forma singular, porque criamos primeiro toda uma tecnologia, uma plataforma tecnológica de e-commerce destinada às pequena e média empresas. Trata-se de um produto desenvolvido por brasileiros e voltado para brasileiros por pessoas que entendem de pequena empresa. Outro aspecto importante está no apoio das entidades patronais. Nós já temos formada uma grande parceria com a Federação das Associações Comerciais na implementação da Rede Nacional de Portais e Negócios, cuja idéia é integrar, em curto prazo de tempo, as 400 Associações Comerciais do Estado de São Paulo. Cada uma entra com o seu portal para que seja respeitada a identidade das instituições. Até o final deste ano, pretendemos envolver federações de outros estados, visando montar uma rede nacional de negócios, que vai ser, na verdade, um grande catálogo para busca de produtos e uma ferramenta de cotação de preços. A partir do retorno do cliente ou do fornecedor, as empresas podem seguir seus padrões comuns de negociação."


« Entrevista Anterior      Próxima Entrevista »
...
Realização:
IMEMO

MANTENEDORES:

CNS

CRA-SP

Orcose Contabilidade e Assessoria

Sianet

Candinho Assessoria Contabil

Hífen Comunicação


Pró-Memória Empresarial© e o Programa de Capacitação, Estratégia e Motivação Empreendedora Sala do Empresário® é uma realização do Instituto da Memória Empresarial (IMEMO) e publicado pela Hífen Comunicação em mais de 08 jornais. Conheça a história do projeto.

Diretor: Dorival Jesus Augusto

Conselho Assessor: Alberto Borges Matias (USP), Alencar Burti, Aparecida Terezinha Falcão, Carlos Sérgio Serra, Dante Matarazzo, Elvio Aliprandi, Irani Cavagnoli, Irineu Thomé, José Serafim Abrantes, Marcos Cobra, Nelson Pinheiro da Cruz, Roberto Faldini e Yvonne Capuano.

Contato: Tel. +55 11 9 9998-2155 – [email protected]

REDAÇÃO
Jornalista Responsável: Maria Alice Carnevalli - MTb. 25.085 • Repórter: Fernando Bóris;
Revisão: Angelo Sarubbi Neto • Ilustrador: Eduardo Baptistão

PROIBIDA A REPRODUÇÃO TOTAL OU PARCIAL DESTAS ENTREVISTAS sem permissão escrita e, quando permitida, desde que citada a fonte. Vedada a memorização e/ou recuperação total ou parcial, bem como a inclusão de qualquer parte da obra em qualquer sistema de processamento de dados. A violação dos Direitos Autorais é punível como crime. Lei nº 6.895 de 17.12.1980 (Cód. Penal) Art. 184 e parágrafos 185 e 186; Lei nº 5.998 de 14.12.1973


Hífen Comunicação
© 1996/2016 - Hífen Comunicação Ltda. - Todos os Direitos Reservados
A marca Sala do Empresário - Programa de Capacitação, Negócios e Estratégia Empresarial
e o direito autoral Pró-Memória Empresarial, são de titularidade de
Hífen Comunicação Editorial e Eventos Ltda.