Home











...



« Memória Empresarial • ANO XXVIII - Ed. 929 (08/11/2015)

Planejamento centralizado

Untitled Page

A cultura do emprego com carteira assinada no Brasil ainda permanece como um entrave para muitos jovens que desistem de encarar a oportunidade de empreender, tendo em vista a garantia de uma forma de segurança cada vez mais ameaçada e escassa na realidade que o país enfrenta. No entanto, quem decide, desde cedo, vencer esse medo e ter coragem para criar o próprio negócio, tem chances maiores de evoluir e de consolidar o seu espaço no mercado. É o caso do publicitário Fabio Burg, CEO do Grupo RÁI de Comunicaçãowww.rai.com.br – um dos maiores grupos independentes de comunicação do Brasil, que conta com o esforço de 250 colaboradores distribuídos em sete empresas especialistas e complementares que trabalham de forma autônoma e que se integram quando necessário. Ele começou aos 19 anos, ainda estudante de Publicidade, com dois colegas da faculdade. Deixou o cargo de gerente de marketing em uma distribuidora de filmes para locadoras de vídeo, montou uma empresa focada na área de propaganda e, diante das demandas dos clientes, foi planejando e diversificando o seu campo de atuação. Em depoimento exclusivo, ele revela que não foi uma decisão acertada emprestar a credibilidade para outros e, por isso, resolveu avançar internamente, apostando na capacidade de liderança de bons profissionais capazes de cuidar das áreas correlatas ao seu segmento.

NOVO CONSUMIDOR
“Vivemos um momento em que todas as empresas disputam o consumidor da classe C. Ele não parou de consumir, mas é possível perceber que faz suas próprias escolhas diante da imensa gama de produtos e de serviços a que teve acesso durante as últimas duas décadas. Diferentemente de outras crises econômicas, quando se cortava primeiro o supérfluo, as pessoas hoje estão cortando parte do básico, porque querem manter conquistas que consideram importantes para suas vidas. Dessa forma, elas vêm administrando o poder de compra em torno dessas novas aquisições e cabe a cada empresa, tornar essa escolha viável para caber dentro do orçamento mais apertado. O que fez a RÁI um grupo bem sucedido foi a iniciativa de colocar todas as demandas da área de comunicação sob o mesmo comando empresarial para oferecer serviços de propaganda, promoção e eventos, soluções em tecnologia/internet, coordenação de redes sociais, assessoria de imprensa/conteúdo editorial, 3D, fotos e filmes, logística, pesquisa de mercado/branding e consultoria de inovação.”

SINERGIA
“A estratégia em si é fazer sempre um planejamento centralizado por meio do desenvolvimento tático para cada área. O que as empresas buscam é centralizar e garantir a sinergia em tudo o que estão apresentando ou desenvolvendo para a sua marca, a fim de garantir o mesmo nível de qualidade prestado em todos os serviços. Isso é fundamental para deixar a operação redonda, a fim de que os profissionais de todas as áreas trabalhem em conjunto para cada marca e cada cliente. Passamos quase quinze anos para encontrar a fórmula certa de trabalhar em grupo e de sermos capazes de realizar um trabalho coeso, que chamamos de omni channel Se tivesse que abrir um negócio hoje, usaria essa experiência com diversos segmentos para escolher bem um ‘novo’ nicho de mercado, como o de produtos naturais, por exemplo, que vem crescendo bastante.”

AGRESSIVIDADE
“Vemos de maneira clara que conseguimos gerar resultados para os clientes mesmo em um cenário como o que vivenciamos atualmente. Temos que ser muito mais assertivos, pois, se alguém retira a sua campanha e um concorrente coloca a dele no lugar, ele terá uma possibilidade muito maior de levar o consumidor para o seu lado. Nesse sentido, esse trabalho de marca e de venda de produto revela muito mais a sua importância nos momentos de crise. Ao contrário daqueles que entendem a crise como um momento de cortar investimentos, nós pensamos exatamente o contrário. Quem corta investimentos hoje, perde venda diretamente. Para nós, não existe corte de investimento. Por isso, precisamos ser agressivos para criar campanhas cada vez mais inovadoras e integradas.”


« Entrevista Anterior     
...
Realização:
IMEMO

MANTENEDORES:

Candinho Assessoria Contabil

CNS

CRA-SP

Orcose Contabilidade e Assessoria

Sianet

Hífen Comunicação


Pró-Memória Empresarial© e o Programa de Capacitação, Estratégia e Motivação Empreendedora Sala do Empresário® é uma realização do Instituto da Memória Empresarial (IMEMO) e publicado pela Hífen Comunicação em mais de 08 jornais. Conheça a história do projeto.

Diretor: Dorival Jesus Augusto

Conselho Assessor: Alberto Borges Matias (USP), Alencar Burti, Aparecida Terezinha Falcão, Carlos Sérgio Serra, Dante Matarazzo, Elvio Aliprandi, Irani Cavagnoli, Irineu Thomé, José Serafim Abrantes, Marcos Cobra, Nelson Pinheiro da Cruz, Roberto Faldini e Yvonne Capuano.

Contato: Tel. +55 11 9 9998-2155 – [email protected]

REDAÇÃO
Jornalista Responsável: Maria Alice Carnevalli - MTb. 25.085 • Repórter: Fernando Bóris;
Revisão: Angelo Sarubbi Neto • Ilustrador: Eduardo Baptistão

PROIBIDA A REPRODUÇÃO TOTAL OU PARCIAL DESTAS ENTREVISTAS sem permissão escrita e, quando permitida, desde que citada a fonte. Vedada a memorização e/ou recuperação total ou parcial, bem como a inclusão de qualquer parte da obra em qualquer sistema de processamento de dados. A violação dos Direitos Autorais é punível como crime. Lei nº 6.895 de 17.12.1980 (Cód. Penal) Art. 184 e parágrafos 185 e 186; Lei nº 5.998 de 14.12.1973


Hífen Comunicação
© 1996/2016 - Hífen Comunicação Ltda. - Todos os Direitos Reservados
A marca Sala do Empresário - Programa de Capacitação, Negócios e Estratégia Empresarial
e o direito autoral Pró-Memória Empresarial, são de titularidade de
Hífen Comunicação Editorial e Eventos Ltda.