Home











...



« Memória Empresarial • ANO XXVIII - Ed. 829 (24/02/2008)

Risco calculado

Está nascendo no Brasil uma nova geração de empreendedores que teve a oportunidade de estudar em boas universidades e trabalhar em grandes empresas multinacionais, mas que, por vocação pessoal, decidiu apostar no próprio negócio. No caso desses empreendedores, mesmo expostos aos riscos da economia, as possibilidades de acerto são bem maiores do que os “empresários de garagem”, que, sem nenhum conhecimento ou noção de mercado, não tiveram outra escolha a não ser partir para a livre iniciativa. Essa classe empresarial emergente, que vai morar em outros países para aperfeiçoar idiomas e pode cursar um MBA para aprender a fazer um plano de negócios, possui mais possibilidades de sucesso. No entanto, devem aliar a frieza dos cálculos à paixão persistente pelo empreendedorismo, sem a qual o império da racionalidade pode desmoronar ao menor sinal de perigo. É com essa sabedoria que o economista André Kina, fundador e diretor da 4BIO Medicamentos Especiaiswww.4bio.com.br – , vem atuando há três anos, dedicando-se à distribuição e aos serviços relacionados aos medicamentos da área de biotecnologia. Com exclusividade, e muito satisfeito com a escolha feita, ele conta como surgiu a oportunidade de atender um nicho tão específico e de que forma vem conduzindo a sua gestão empresarial.

TRAJETÓRIA
"Antes mesmo de me formar, viajei pelos Estados Unidos e pela Europa para aprender a falar inglês fluentemente. Voltei para concluir o curso de Economia e trabalhei durante seis anos na área financeira de uma corporação multinacional norte-americana. Mesmo tendo muitas oportunidades de promoção, sempre quis tornar-me um empreendedor, porque não me sentia feliz com a perspectiva de ficar na empresa, mesmo com todas as regalias em termos de conforto e de benefícios. Durante esse tempo, tive possibilidade de conhecer o departamento comercial e de aprender técnicas de gestão muito interessantes. Quando estava para me casar, em 2001, decidi pedir demissão e fiquei seis meses pesquisando o mercado, em busca de uma oportunidade de negócio. Cheguei a abrir uma empresa de autopeças, em sociedade com um primo, mas, como não sentia a menor afinidade com esse segmento, acabei por desistir dele."


DESCOBERTA
"A grande oportunidade veio por meio de um amigo e ex-colega de trabalho que estava prestando uma consultoria na área de saúde. Como ele sabia do meu sonho de empreender, sugeriu que eu terminasse essa consultoria para o maior grupo de medicina reprodutiva do Brasil, pois se tratava de um mercado muito promissor. Eu encarei o desafio e percebi diversas oportunidades, entre elas o mercado de medicamentos de biotecnologia. Como são várias pequenas empresas familiares com clínicas espalhadas pelo Brasil, que compravam de fornecedores diferentes, propus-me a ser o único distribuidor para ter escala e conseguir um preço melhor. Com esse objetivo, montei a 4BIO, cujo planejamento de negócio foi o meu trabalho de conclusão do curso de MBA. A princípio, só fornecíamos para essas empresas, mas fomos crescendo e diversificando. Depois de três anos, esse nicho representa 60% das nossas vendas, uma vez que investimos na distribuição de novos produtos, como vacinas e contraceptivos de alto valor agregado."


HOME CARE
"O nosso maior diferencial em relação à concorrência está em entender as necessidades dos nossos clientes, tanto médicos quanto consumidores finais. Para isso, montamos um sistema de logística estruturado, cuidamos dos prazos de entrega, além da conservação adequada dos medicamentos e do treinamento da equipe. Esse esforço levou-nos a conquistar a certificação ISO 900, que atesta a qualidade e a credibilidade dos nossos serviços. Mensuramos todos esses itens mensalmente e ainda buscamos novas formas de atender o mercado, como o projeto home care, previsto para este ano, que será suportado por uma enfermeira, que pode deslocar-se até a casa do paciente, e pelo site, com vídeos explicativos sobre os procedimentos de aplicação. Para aproximarmo-nos mais dos médicos, criamos também a universidade 4BIO com cursos à distância gratuitos sobre gestão e técnicas administrativas. Em troca, obtemos um banco de dados atualizado para a geração da nossa mala-direta."


« Entrevista Anterior      Próxima Entrevista »
...
Realização:
IMEMO

MANTENEDORES:

CRA-SP

Orcose Contabilidade e Assessoria

Sianet

Candinho Assessoria Contabil

CNS

Hífen Comunicação


Pró-Memória Empresarial© e o Programa de Capacitação, Estratégia e Motivação Empreendedora Sala do Empresário® é uma realização do Instituto da Memória Empresarial (IMEMO) e publicado pela Hífen Comunicação em mais de 08 jornais. Conheça a história do projeto.

Diretor: Dorival Jesus Augusto

Conselho Assessor: Alberto Borges Matias (USP), Alencar Burti, Aparecida Terezinha Falcão, Carlos Sérgio Serra, Dante Matarazzo, Elvio Aliprandi, Irani Cavagnoli, Irineu Thomé, José Serafim Abrantes, Marcos Cobra, Nelson Pinheiro da Cruz, Roberto Faldini e Yvonne Capuano.

Contato: Tel. +55 11 9 9998-2155 – [email protected]

REDAÇÃO
Jornalista Responsável: Maria Alice Carnevalli - MTb. 25.085 • Repórter: Fernando Bóris;
Revisão: Angelo Sarubbi Neto • Ilustrador: Eduardo Baptistão

PROIBIDA A REPRODUÇÃO TOTAL OU PARCIAL DESTAS ENTREVISTAS sem permissão escrita e, quando permitida, desde que citada a fonte. Vedada a memorização e/ou recuperação total ou parcial, bem como a inclusão de qualquer parte da obra em qualquer sistema de processamento de dados. A violação dos Direitos Autorais é punível como crime. Lei nº 6.895 de 17.12.1980 (Cód. Penal) Art. 184 e parágrafos 185 e 186; Lei nº 5.998 de 14.12.1973


Hífen Comunicação
© 1996/2016 - Hífen Comunicação Ltda. - Todos os Direitos Reservados
A marca Sala do Empresário - Programa de Capacitação, Negócios e Estratégia Empresarial
e o direito autoral Pró-Memória Empresarial, são de titularidade de
Hífen Comunicação Editorial e Eventos Ltda.