Home











...



« Memória Empresarial • ANO XXVIII - Ed. 884 (15/03/2009)

Entrega com emoção

O dom de saber servir com competência, satisfação e respeito pela necessidade do cliente é capaz de fazer a diferença no setor de prestação de serviços, ainda mais no segmento de transporte de cargas, que exige o total comprometimento com horários, além do cuidado minucioso com cada pormenor do procedimento de embarque dos produtos. Quem nasceu com essa aptidão no sangue e soube muito bem aproveitar a oportunidade de dividir a sociedade de uma pequena transportadora depois de ter passado por organizações de grande porte foi Vitor Mancini, diretor da Platinum OTM Logísticawww.platinumlog.com.br –, especializada em transporte aéreo, com sede em São Paulo e filiais em Curitiba e em Manaus pela proximidade da Zona Franca. Esse mineiro, filho de lavradores, cresceu carpindo cafezais e soube como ninguém perceber a capacidade que tinha para atender as pessoas com prazer. Aos 17 anos, veio para São José dos Campos, onde chegou a trabalhar na Embraer, em busca da oportunidade de se consolidar como profissional e realizar o sonho de se tornar um empreendedor. Em depoimento exclusivo, com o carisma e a simplicidade que lhe são peculiares, ele faz um relato comovente dessa trajetória empresarial e dá uma lição de vida em termos de superação de obstáculos.

PARÂMETROS
"Quem pensa em abrir um negócio tem que aproveitar o fato de estar empregado em grandes empresas para construir uma política de relacionamento. A Platinum foi fundada em 2001, mas vim a assumir parte da empresa apenas em 2004, quando ela faturava cerca de R$ 15 mil, pois era um negócio pequeno que havia sido montado pelo meu sócio. Depois de seis meses, saímos de 30 mil para 600 mil e chegamos a 2 milhões. Porém, a falta de experiência administrativa dos dois levou à concentração da nossa prestação de serviços em um cliente só, que foi inadimplente e acabou gerando problemas enormes que acabaram-nos afetando. Hoje, a base gerencial consiste em uma boa gestão administrativo-financeira, pois o restante vem por consequência. Vender e ter clientes prósperos são fatores importantes, mas, acima de tudo, é preciso ter controle e regras muito claras, com o estabelecimento de monitoramento, o que não tínhamos pela falta de preparação administrativo-financeira e pela comodidade de ter um bom fluxo de caixa."


CONFIANÇA
"O empresário sofre uma solidão muito grande quando passa por dificuldades. Cheguei a reunir quarenta funcionários para dizer que não tinha dinheiro para pagar o salário, mas queria muito contar com o apoio de todos, porque acreditava no meu negócio e que iríamos superar aquele momento. Felizmente, eles confiaram em mim, e pudemos seguir em frente. Daí em diante, a Platinum começou a ser mais razão e eu também aprendi a ser mais racional, ou seja, a tirar o coração da mesa de negociação e pensar na empresa e nas pessoas que dependem dela. Decidi investir no transporte aéreo de cargas no Brasil porque se trata de um país continental com dimensões imensas e ainda muito carente em termos de soluções. Por esse motivo, esse serviço faz-se cada vez mais necessário, já que as empresas perceberam que o estoque tem que estar zerado para não gerar prejuízos."


MULTIMODALIDADE
"Vejo o Brasil e o mundo inteiro como uma grande oportunidade. Por isso, a Platinum possui no seu contrato social a autorização para realizar operações de transporte em nível internacional, mas temos que explorar o transporte doméstico primeiro. A nossa preocupação atual é ter condição de atender em todos os estados brasileiros, mas com o menor custo fixo possível, pois esse é o segredo e o desafio. Pensamos em investir na região Nordeste, que é um ponto que vem crescendo bastante, mais especificamente no Recife, para ser um portal de entrada. Já Brasília, onde temos um incentivo fiscal muito grande para logística, e Vitória, funcionariam como pontos estratégicos de captação de negócios. O interessante está em desenvolver o transporte doméstico por meio da multimodalidade para não ficarmos restritos apenas aos aviões. Podemos usar outros tipos de veículos, porque a busca de uma redução de custos virou tendência mundial à qual todas as empresas precisam adequar-se, e temos que oferecer novas opções nesse sentido."


« Entrevista Anterior      Próxima Entrevista »
...
Realização:
IMEMO

MANTENEDORES:

CRA-SP

Orcose Contabilidade e Assessoria

Sianet

Candinho Assessoria Contabil

CNS

Hífen Comunicação


Pró-Memória Empresarial© e o Programa de Capacitação, Estratégia e Motivação Empreendedora Sala do Empresário® é uma realização do Instituto da Memória Empresarial (IMEMO) e publicado pela Hífen Comunicação em mais de 08 jornais. Conheça a história do projeto.

Diretor: Dorival Jesus Augusto

Conselho Assessor: Alberto Borges Matias (USP), Alencar Burti, Aparecida Terezinha Falcão, Carlos Sérgio Serra, Dante Matarazzo, Elvio Aliprandi, Irani Cavagnoli, Irineu Thomé, José Serafim Abrantes, Marcos Cobra, Nelson Pinheiro da Cruz, Roberto Faldini e Yvonne Capuano.

Contato: Tel. +55 11 9 9998-2155 – [email protected]

REDAÇÃO
Jornalista Responsável: Maria Alice Carnevalli - MTb. 25.085 • Repórter: Fernando Bóris;
Revisão: Angelo Sarubbi Neto • Ilustrador: Eduardo Baptistão

PROIBIDA A REPRODUÇÃO TOTAL OU PARCIAL DESTAS ENTREVISTAS sem permissão escrita e, quando permitida, desde que citada a fonte. Vedada a memorização e/ou recuperação total ou parcial, bem como a inclusão de qualquer parte da obra em qualquer sistema de processamento de dados. A violação dos Direitos Autorais é punível como crime. Lei nº 6.895 de 17.12.1980 (Cód. Penal) Art. 184 e parágrafos 185 e 186; Lei nº 5.998 de 14.12.1973


Hífen Comunicação
© 1996/2016 - Hífen Comunicação Ltda. - Todos os Direitos Reservados
A marca Sala do Empresário - Programa de Capacitação, Negócios e Estratégia Empresarial
e o direito autoral Pró-Memória Empresarial, são de titularidade de
Hífen Comunicação Editorial e Eventos Ltda.